International Music Courses Association

“Casa da Barbacam” (ACIM)

A Associação de Cursos Internacionais de Música – Casa da Barbacam – (ACIM), foi fundada em 1996, com sede em Óbidos, e constituída como uma associação sem fins lucrativos.

Os objectivos a longo prazo que presidiram á sua constituição basearam-se na criação em Portugal de um núcleo de actividades artístico-culturais de renome internacional que aposte na qualidade e na continuidade das iniciativas tomadas, sublinhando a importância do elemento internacional na formação de jovens músicos.

A nível local, a ACIM tem desempenhado um importante papel no desenvolvimento cultural e turístico da Região Oeste já que, entre outras actividades culturais em que predomina a formação musical, a ACIM promove, desde 1996, a Semana Internacional de Piano de Óbidos (SIPO).

A Câmara Municipal de Óbidos atribuiu em 2005, por decisão unanime da sua composição, a Medalha de Mérito Municipal à ACIM pela realização da SIPO, pelo seu alto valor cultural e pelo impacto que este evento tem provocado na imagem e no desenvolvimento do concelho.

A SIPO visa trazer a Portugal, e mais concretamente à vila de Óbidos, local de valor histórico mundialmente reconhecido, músicos de renome internacional num encontro com jovens estudantes de música.

Assim, a SIPO é actualmente um dos eventos musicais mais destacados do nosso país, com largas repercussões a nível internacional.

Numa perspectiva de valorização profissional, a SIPO inclui no seu projecto cursos de formação técnica que estão abertos a estudantes em fase de conclusão de estudo ou a pianistas no início de carreira e que desejam aperfeiçoar-se com grandes personalidades do mundo da música, num trabalho de alta qualidade pedagógica e artística.

Para além disso, a SIPO tem como objectivo estabelecer contactos profissionais e trocas de experiências, bem como desenvolver o nível profissional dos participantes, proporcionando um intercâmbio artístico-cultural do mais alto nível e da maior exigência. Desta maneira, a SIPO permite aos estudantes portugueses, sem saírem do seu próprio país, a possibilidade de contacto profissional com grandes nomes da música, especialmente ligados à pedagogia do piano.

A SIPO é promovida e organizada pela ACIM, com o apoio financeiro e institucional da Câmara Municipal de Óbidos e do Secretariado da Cultura, que desde o seu início lhe concede o estatuto de Interesse Cultural.

Semana Internacional de Piano de Óbidos — SIPO

A primeira edição da Semana Internacional de Piano de Óbidos – SIPO – teve lugar em Agosto de 1996.

Ao longo destes anos, sem interrupção, a SIPO tem acolhido em Óbidos grandes personalidades do mundo da música e jovens estudantes vindos do mundo inteiro para um encontro com os estudantes portugueses. A finalidade destes encontros é o de aperfeiçoamento dos conhecimentos musicais de todos os participantes através dum trabalho estimulante e intenso com grandes mestres. O ambiente encantador e o acolhimento caloroso de Vila de Óbidos muito têm contribuído para o sucesso deste evento.

Durante dez dias, a música de piano enche por completo o burgo medieval de Óbidos: tanto pelos cursos das Masterclasses que durante o dia decorrem paralelamente em vários locais, como pelos concertos que integram o Festival e que, à noite, chamam um público melómano e entusiasta. Ao longo dos anos da sua actividade, a SIPO tem conseguido criar um novo público constituído por todas as faixas etárias e sociais nesta Região carenciada de eventos culturais desta natureza.

Masterclasses – Cursos de Aperfeiçoamento

Devido à sua estrutura pedagógica, esta iniciativa é considerada única em Portugal. Um grupo de pianistas de renome internacional, eventualmente apoiados por um professor assistente, constituem o núcleo pedagógico no decurso da realização da SIPO.

Durante dez dias, as personalidades que constituem aquele núcleo dedicam-se ao ensino de estudantes, os quais participam de todos os cursos, podendo frequentar sessões práticas com mais de um professor. Pretende-se assim, que os estudantes obtenham o máximo aproveitamento pedagógico devido à diversificação dos métodos de ensino dos vários professores.

Os cursos – abertos a estudantes que frequentam escolas de música em todo o mundo –  funcionam num sistema rotativo. Por motivos logísticos o número dos participantes é limitado a quarenta, facto este que permite um intenso aproveitamento. Estes encontros, tanto pela sua qualidade pedagógica como pela sua diversidade, têm contribuído em grande escala para o desenvolvimento profissional dos jovens músicos, entre eles um grande número de portugueses, que neles têm participado.

Os cursos encontram-se, igualmente, abertos ao público e funcionam paralelamente em três locais: Auditório Municipal da Casa da Música, Casa da Barbacam e Igreja da Misericórdia, em Óbidos.

No fim dos cursos os participantes obtêm um diploma de participação assumindo estes particular importancia no currículo dos participantes, tendo sido a SIPO creditada durante vários anos pelo Conselho científico-pedagógico de formação contínua, relevando esta acção para efeitos de progressão na carreira de Professores de Música.

Em 2004, foi entregue pela primeira vez na história da SIPO, o “Prémio Maria de Lurdes Avellar”, instituído pela família Avellar, residente em Óbidos.

A criação deste prémio para jovens, relacionado com as atividades musicais que anualmente se realizam em Óbidos no âmbito da Semana Internacional de Piano, constituiu uma forma de homenagear a memória de D. Maria de Lurdes Avellar e de simultaneamente contribuir para incentivar a afirmação profissional dos jovens músicos.

Desde 2011 é atribuido pela RDP/Antena 2, o “Prémio Antena 2” na forma de um concerto gravado em direto na série “Concertos abertos “ da Anatena 2, em Lisboa e mais dois concertos em diferentes locais.

Este prémio é atribuído pelo público e pelos professores da SIPO aos estudantes que mais se destacam nos concertos dos participantes das master classes.

Desde 2017 foi instituído o “Prémio ACIM”, no valor de 500€, para a melhor interpretação de uma obra de autor português.

Festival de Piano

Paralelamente aos cursos já descritos, realiza-se um Festival de música integrando uma série de concertos/recitais no Auditório Municipal da Casa da Música e que se encontram reconhecidos pela sua alta qualidade artística.

Nestes concertos participam todos os mestres pianistas, artistas de renome internacional especialmente convidados para o Festival e participantes selecionados das masterclasses, que chamam a Óbidos um grande público melómano e conhecedor.

Esta iniciativa tem contribuído não só para a dinamização da Região Oeste, mas também para a valorização cultural da vila de Óbidos a nível nacional e internacional.

O programa do Festival, abrangendo vários séculos de música, com realce para compositores e intérpretes portugueses, convida o público a partilhar momentos musicais inesquecíveis.

Tanto os participantes das masterclasses como a afluência do público apreciador são a prova do interesse cultural deste projecto que, até agora – além de Portugal – tem contado com representantes numerosos de outros países: Alemanha, Argentina, Austrália, Áustria, Bélgica, Brasil, Canadá, República Checa, Chile, China, Coreia do Sul, Dinamarca, Espanha, EUA, França, Grécia, Hungria, Inglaterra, Irao, Islândia, Israel, Itália, Japão, Letónia, México, República da Macedónia, Países Baixos, Polónia, Roménia, Rússia, Suécia, Suiça, Taiwan, Ucrânia.

A SIPO, até à data, teve o prazer de receber as seguintes personalidades do mundo da música, a saber:

  • Paul Badura-Skoda
  • Dmitri Bashirov
  • Helena Costa
  • Jörg Demus
  • Paulo Gaio Lima
  • Manuela Gouveia
  • Alexander Gurning
  • Cristoph Henkel
  • Luis Meireles
  • Vitaly Margulis
  • Jura Margulis
  • Carmen Martínez
  • Maria Mateu Palao
  • Luíz de Moura Castro
  • Caio Pagano
  • Mikhaïl Pethukov
  • Pierre Réach
  • Helena Rocha von Oertzen
  • Ludovic de San
  • Eugène Sarbu
  • Carmina Sarbu
  • Laszlo Simon
  • Maria José Sousa Guedes
  • Dominique de Williencourt
  • Boris Bloch
  • António Sérgio Ferreira
  • Clara Cernat
  • Thierry Huillet
  • Felix Simonian
  • Orquestra de Cascais e Oeiras
  • Oxana Yablonskaya
  • Alexander Volchonok
  • Jun Kanno
  • Márcio Carneiro
  • Coro Claudio Carneyro
  • Lino Gaspar
  • Muza Rubackyté
  • Margarida Natividade
  • Bridget de Moura Castro
  • Boris Berman
  • Jorge Moyano
  • Jorge Luis Prats
  • Armando Possante
  • Luiza da Gama Santos
  • Alissa Margulis
  • Natália Margulis
  • Jean Marc Burfin
  • Orquestra de Camara do Minho
  • Eulália Solé
  • Adriano Jordão
  • José Oliveira Lopes
  • Quarteto de Cordas de Matosinhos
  • Josep Colom
  • Ensemble de Violoncelos/Madalena de Sá e Costa
  • Fermin Bernetxea
  • Artur Pizarro
  • Grupo Vocal Olissipo
  • Orfeão de Leiria
  • Fausto Neves

Palestras

  • Vasco Graça Moura
  • Bruno Caseirão
  • Rui Moreira
  • António Gomes de Pinho
  • Pedro Canavarro
  • António Perez Metelo
  • Joaquim Pnto da Silva

Exposição de Arte

Desde o ano de 2000 a ACIM organiza regularmente no Pavilhão da Casa da Barbacam exposições de artes plásticas integradas no programa da Semana Internacional de Piano de Óbidos numa junção de várias expressões artísticas, divulgando ao mesmo tempo obras de artistas pouco conhecidos em Portugal.

Estas exposições foram dedicadas às obras dos seguintes artistas:

  • Maria Natália Vaz Pires Bieck (Portugal) – 2000
  • Claus von Oertzen (Alemanha) – 2001
  • Pascale Ticheler (Países Baixos) – 2002
  • Ernestine Kuger-Hoberg (Alemanha) – 2003
  • Marta Belo (Portugal) – 2004
  • Maria Natália Vaz Pires Bieck (Portugal) – 2005
  • Maria Leal da Costa (Portugal) – 2006
  • António Cunha e Silva (Portugal) – 2007
  • Alfonso Navarro (Espanha) – 2008
  • Ana Maria Morais Soares (Portugal) – 2009
  • Pedro Castelo Branco (Portugal) – 2010
  • Reys Redel (Espanha) – 2011
  • Alexandre Soares (Portugal) – 2012
  • Fernando Marques de Oliveira (Portugal) – 2013
  • Natalia Billis – (Espanha) 2014
  • Maria Helena Vieira da Silva- (Portugal) -2015
  • Isabel de Andrade- (Portugal) – 2016
  • Ana Carvalho – (Portugal) – 2017

Combinando a música nos seus aspectos criativos e de comunicação com as artes plásticas, a ACIM desempenha sem dúvida um papel dinamizador na vida cultural da Vila de Óbidos.

Testemunhos

É a terceira vez que participo na SIPO. Acho que é um óptimo festival, muito enriquecedor. Conhecemos gente de todo o mundo e fazemos muitos amigos. Acho que é uma sorte poder trabalhar com estes grandes mestres ainda por cima em Óbidos. Recomendo a toda a gente que ambiciona ter um bom nível que frequente as masterclasses.

André Piolanti, Portugal

Participei na SIPO 2014 e achei a experiência fantástica. Eu, e outros alunos de todo o mundo, tivémos a oportunidade de tocar, assistir a concertos e ter master classes com alguns dos mais reconhecidos professores de piano da atualidade. Além disso, Óbidos é uma vila adorável e pitoresca, um lugar lindíssimo para visitar e passar uns dias no verão.

Sofia Sarmento, Portugal

Foi a minha primeira vez em Portugal e na Europa. Adorei participar na Semana Internacional de Piano de Óbidos. Soube do evento através da minha professora de piano nos EUA que me aconselhou a participar na SIPO e a conhecer o elenco de professores talentosos de renome internacional. Foi uma oportunidade única e aprendi muito. O companheirismo também foi muito bom e simplesmente adorei Óbidos. A organização do evento fez tudo para nos proporcionar uma estadia agradável.

Jason Drake, USA

Foi uma experiência muito boa. Os professores são espectaculares, aprendi muito com eles e isso é muito importante para a minha futura carreira como pianista. Também gostei de conhecer os outros participantes de várias partes do mundo. Arranjei grandes amigos.

Sara Guitiérrez, Spain

É a primeira vez que participo e estou a gostar muito. Acho que é muito interessante porque trabalhamos com professores de renome com uma grande carreira. É uma oportunidade única. Se possível, para o ano penso voltar para aprofundar os meus conhecimentos. Não é um evento caro se comparado com outros que existem e tem um nível de qualidade superior. Também gostei muito de conhecer Óbidos.

Luzia Diaz, Spain

Patrocínios